Exercícios para a pernada de peito na Natação




http://i.ytimg.com/vi/249e4RLaHM0/maxresdefault.jpg

O nado peito é realizado com o corpo em decúbito ventral, ou seja, na posição de bruços. A atividade movimenta os membros superiores, inferiores e trabalha as vias respiratórias, sendo considerado um exercício completo com inúmeros benefícios à saúde, tais como: aumento da flexibilidade, desenvolvimento da resistência muscular, cardiorrespiratória e força, sem causar impacto na musculatura ou articulações.

A movimentação de membros inferiores é feita de forma simultânea, em três fases: recuperação (partindo com as pernas estendidas, os joelhos são flexionados obtendo-se um pequeno afastamento lateral de joelhos), pernada (ocorre uma extensão com consequente afastamento lateral das pernas, com movimento semelhante à chicotada, levando-se os pés para trás) e fechamento (ocorre a união das pernas estendidas, voltando a posição inicial).

Exercícios para aperfeiçoamento da Pernada Nado Peito

1) Trabalho de pernas sem prancha - objetivo - manutenção do equilíbrio.


2) Trabalho de pernas em posição vertical: objetivo - "pegada" e força.


3) Pernada em decúbito ventral - objetivo - "pegada" e estudo da simetria


4) Execução do movimento de pernas na lateral - objetivo - noção de posição, espaço e simetria.


5) Com uma das mãos, segurar a perna correspondente e com a outra mão e perna, executar o nado. Objetivo - manutenção de posição equilibrada e força


6) Dois a dois - um segurando na perna do outro - o primeiro executa a pernada e o segundo, a braçada: objetivo - noção de tempo e aplicação de força


7) Pernada de peito com braçada de crawl: objetivo- equilíbrio e elevação das pernas na execução do nado de peito.


8) Pernada junto da parede da piscina: objetivo - evitar abertura demasiada


9) Trazer as pernas juntas, flexionadas, com os pés tocando os quadris -abrir com um violento impulso semi circular para fora, para baixo e para trás - utilizar várias pranchas para melhor execução.



Comente: