Tipos de Alongamentos utilizados no Esporte




http://hypescience.com/wp-content/uploads/2014/02/03physed-superJumbo.jpg

O encurtamento das fibras musculares ocorre tanto para pessoas que praticam atividade física intensas ou não, quanto para sedentários. Esse encurtamento gera a diminuição da flexibilidade e com isso a amplitude de movimentos diminui.

O alongamento é um conjunto de técnicas voltadas para o aumento da flexibilidade muscular, para promover o estiramento das fibras musculares, fazendo com que elas aumentem o seu comprimento. O objetivo de alongar é dar a ele maior flexibilidade durante exercícios físicos, possibilitando movimentos harmônicos.

Os alongamentos que podem ser feitos são: alongamento estático, isométrico, balístico e passivo.

O primeiro dele é quando o atleta o sustenta entre 15 e 60 segundos, sendo feito de forma lenta, como por exemplo, o alongamento das costas. 

O segundo é quando o atleta contrai o músculo enquanto faz força contra uma resistência física.

O terceiro tipo de alongamento refere-se ao alongamento rápido dos músculos, ou seja, os movimentos são realizados de forma rápida, como, por exemplo, quando se tenta tocar os dedos dos pés enquanto se está em pé e com as pernas em linha reta.

O quarto deles diz respeito ao alongamento assistido, ou seja, o atleta não faz força para contrair os músculos, ao invés disso, essa força é realizada por uma pessoa ou máquina. Um exemplo dessa ação é quando estamos sentados com as pernas esticadas e uma pessoa empurra as nossas costas, fazendo com que os dedos dos pés sejam alcançados.

Os objetivos do alongamento são: reduzir de tensões musculares; promover o relaxamento; melhorar a postura, pois se desenvolve a consciência corporal, à medida que a pessoa focaliza a parte do corpo que esta sendo alongada; ativação da circulação, melhorando a oxigenação e nutrição do corpo; melhora da disposição para suas atividades diárias.


Comente: