Olimpíadas e o ensino da Ginástica Artística







Quem é que nunca usou uma grande competição para servir de exemplos para alunos da mais variadas modalidades? Eu uso muito nas minhas aulas de Educação Física. Para a Ginástica artística é um excelente recurso, principalmente para demonstrar como são as provas tanto no masculino quanto no feminino.

Além dos alunos terem a noção completa dos movimentos que são necessários, eles acabam tendo contato com os melhores atletas. As observações do professor numa aula ficarão mais fácil de ser entendidas quando o aluno já visualizou o que é o movimento completo. Pode acreditar.

Todos nós sabemos que a maior competição que temos na Ginástica Artística é a Olimpíada. De 4 em 4 anos, os melhores atletas se reúnem e dão um verdadeiro show de concentração, técnica e bom rendimento nos aparelhos que temos na Ginástica Olímpica. E as olimpíadas de Londres, em 2012 foi especial porque tivemos o ouro de um brasileiro, que teve uma atuação fenomenal. Pegar a prova do Arthur Zanetti como ensinamento é quase uma obrigação para começar o ensino da argola.

E não tivemos só essa prova como exemplo de performance esportiva. Estados Unidos dando show em aparelhos na ginastica feminina também é uma aula.

Para facilitar o trabalho de professores que trabalham com iniciação da ginástica artística, colocamos as provas dos dois dias de provas individuais, tanto no masculino quanto no feminino da olimpíadas de 2012, em Londres, em DVDs que serão entregues onde você indicar na hora da compra.

Já está mais do que comprovado que o uso de DVDs em aulas para ensinamento de movimentos pode trazer um feedback bacana. Usar isso a favor do professor é uma tendência.




Comente: