Conheça bem os exercícios mais comuns do Treinamento Funcional




agachamento para pessoas com patologias

Uma razão motivacional importante no Treinamento Funcional é a intensidade das aulas, que deve estar de acordo com as habilidades do aluno. Se o treinamento está muito fraco, o aluno iniciante irá se sentir desmotivado pela ausência de desafios, afinal, tudo aquilo que é muito fácil, gera monotonia. Além do mais, a principal característica do Treino Funcional é a sua intensidade.

Quem pratica Treinamento Funcional sabe que alguns exercícios são utilizados com muita frequência. Se eu falar em agachamento, afundo ou prancha, você com certeza vai pensar numa aula de funcional. Por serem tão frequentes, tem gente que simplesmente ignora a possibilidade de criar com base nesses exercícios. Quando existem exercícios avançados na aula, precisaremos que os movimentos anteriores sirvam de preparação. Depois de realiza-los seu aluno precisa estar com consciência corporal o suficiente para fazer o movimento avançado.

Lembre-se de uma coisa: existe uma razão para que esses exercícios sejam o carro chefe de uma aula de funcional e estarem presentes com tanta frequência. Exercícios como o agachamento e o afundo vão representar padrões de movimento bastante funcionais e que simulam atividades de vida diária servindo de base para qualquer aula de Treinamento Funcional.  Movimentos como o agachamento, remadas, afundos e outros são todos uma representação de atividades diárias que realizamos. Ao utilizá-los estamos dando a possibilidade de transferência das habilidades aprendidas em aula para o dia-a-dia.

Aumente o seu repertório de exercícios após conhecer detalhadamente cada um desses exercícios mais básicos. Ao estudar um pouco mais sobre a biomecânica do agachamento, por exemplo, conseguimos entender como ele age no corpo.

O conhecimento da biomecânica do exercício te ajuda a planejar variações ou combinações para complementar sua aula. De certa maneira, já é um jeito de começar a aumentar seu repertório de exercícios.

Converse com o aluno e deixe claro que não precisa haver o exagero por parte dele: é sempre válido reforçar esta questão. Um erro muito comum é ultrapassar seus próprios limites nas sessões, com o objetivo de atingir suas metas com mais rapidez. Esta atitude só resulta em exaustão e no surgimento de lesões.

Portanto, seja sincero com seu professor, fale sobre suas limitações e dores, para que ele possa passar os exercícios adequados para você, evitando assim o risco de prejudicar a sua saúde e sofrer lesões.

Os DVDs Sports tem várias aulas online de Treinamento Funcional. Clique aqui e saiba mais




Comente: